Publicado em 21/06/21

7 práticas que você só valoriza quando se torna adulto!

Alguns cientistas defendem que a adolescência nessa nova geração vai dos 10 aos 24 anos, ao invés de terminar aos 18 como muitos consideram. Isso está ligado ao fato dos jovens estarem optando por estudar por um maior período de tempo, além de adiar planos como os de casamento e maternidade/paternidade.

Seja como for, a linha que divide a adolescência da vida adulta é quase invisível e imperceptível. Embora sejam fases com estilos de vida, rotina e responsabilidades muito diferentes, nós quase não nos damos conta quando estamos passando de um lado para o outro. 

Um dia estamos gritando “mãe, esqueci a toalha” e no outro correndo pela casa após o banho, com a cabeça pensando que terá de enxugar o chão por onde correu e torcendo para que não fique resfriado.

 E se você ainda possui alguma dúvida sobre já ter cruzado essa linha rumo a vida adulta, dê uma olhada nessa nossa lista e veja se você se identifica com alguma dessas situações.

1 – Ué, cadê aquela blusa que eu gosto?

  Você abre o armário, revira as gavetas, olha embaixo da cama, atrás dos móveis, na mochila. Revira cada canto da sua mente tentando lembrar se pode ter emprestado ou  esquecido na casa de alguém. Até que aquele pensamento surge, quase como se estivesse rindo de você: a roupa suja. 

 Você corre para conferir e lá está a peça que você queria usar, junto com mais outras vinte! E nesse momento você se dá conta da importância de tirar um tempo na sua agenda corrida para lavar e guardar suas roupas.

2 – O que tem pra comer?

  Ah, a resposta para essa frase já pode ter sido os mais variados cardápios, mas agora, se você não se lembrou de tirar a carne do congelador ou de ir ao supermercado, sinto lhe informar mas a resposta será: Nada!

3 – É hora da faxina!

  Aqueles momentos de limpar a casa podem nunca ter sido os seus favoritos antes e com certeza você já pode ter se questionado “qual a necessidade de varrer a casa todo dia?”.

Mas de repente, como em um passe de mágica, aquela poeira acumulada durante apenas um dia, grudando no seu pé, consegue te irritar.

 Você agora se dá conta de que se o seu pé está sujo, ele vai sujar as roupas e você mesmo terá que lavá-las. E se as louças não forem lavadas, você simplesmente não vai ter onde comer. Com isso, a prática de limpar a casa se torna cada vez mais prazerosa pelo simples fato de evitar tantos pequenos trabalhos depois!

4 – Mãe, posso comprar uma bala?

  Não dava pra passar em frente a uma banca ou entrar em qualquer padaria sem soltar essa frase né? E talvez você tenha pensado assim durante um tempo nessa transição para a vida adulta, até o momento em que percebe que esses pequenos gastos não são tão pequenos assim no final do mês.

“Ah, Uber está tão baratinho!”
“Só um cafezinho!”
“O chiclete custa só R$2,00.”

Espera, como essas coisinhas viraram essa fatura com valor exorbitante? E nesse momento você acaba se vendo obrigado a aprender o significado da palavra supérfluo.

5 – Já posso entrar na água agora?

 É bem provável que você tenha desenvolvido uma certa raiva do protetor solar depois de ele ter te prendido tantas vezes do lado de fora da piscina. E com toda certeza você em algumas situações deve ter feito vista grossa para seu uso, só para evitar o trabalho de passar e ter aquela sensação oleosa no corpo. 

 Mas em algum momento você se olha no espelho e começa a se preocupar com sua pele. “Ué, mas essa manchinha não estava aqui”. Você percebe que ficar muito exposto ao sol sem ter usado o protetor realmente não é uma boa idéia, então de repente você está usando sem nem mesmo ter uma piscina por perto.

6 – Hoje não tem para casa!

 Não tinha sensação melhor do que ir pra casa sabendo que teria um tempo maior para brincar pois estava livre do dever de casa naquele dia. E você talvez até pensasse o quão incrível seria se tornar adulto só para não precisar mais se preocupar com os estudos.

 Você agora deve lembrar dessa fase com saudade ao encarar uma pilha de xerox e trabalhos da faculdade, ou perder uma noite de sono estudando o conteúdo de algum curso extra que resolveu fazer. 

 É, pelo visto nunca vamos parar de estudar e isso na verdade é uma coisa ótima, mas quanto tempo você demorou para perceber que essa prática nunca ia sair da sua vida?

7 – Escovou os dentes direito?

 É comum esse desatento com a higiene pessoal quando crianças. Com certeza você já pensou que dormir uma noite só sem escovar os dentes não seria problema, por exemplo.

Porém a vida adulta chegou, e agora você sabe que além de um hálito nada agradável e situações bem constrangedoras, não escovar os dentes direito ainda pode te render além de uma visita ao dentista, um gasto extra bem alto no final do mês.

E aí, conseguiu se identificar com alguma dessas situações ou relembrar esse período divertido e complicado que é a transição para a vida adulta? Para ler mais artigos como esse sobre momentos da vida, ou se quiser algumas dicas financeiras, de imóveis ou decoração você pode acessar nosso blog clicando aqui

Sabemos também que junto com todas essas novas práticas e responsabilidades vem também novos sonhos, como o de morar sozinho ou ter a sua casa própria. Com essa parte você pode ficar tranquilo que a AP Ponto te ajuda! Conheça nossos empreendimentos e as melhores formas de pagamento clicando aqui