Publicado em 09/10/20

Alvenaria autoportante: o que é e quais são as vantagens

As condições estruturais de um imóvel são questões importantes que devem ser consideradas no momento de adquirir um imóvel. Por isso, vamos contar tudo sobre a alvenaria autoportante, uma opção bastante utilizada pelas construtoras atualmente.

Conhecer o tipo de estrutura do seu futuro imóvel garante sua segurança, pois ao ter acesso a estas informações, você identifica se o imóvel se encaixa no seu perfil, principalmente se pretende fazer reformas no apartamento.

O que é alvenaria autoportante?

A alvenaria autoportante é um tipo de construção com uma estrutura que sustenta o próprio peso, sem precisar recorrer às sustentações complementares. 

Pense em uma mesa ou cadeira, são móveis que sustentam o próprio peso sem o uso de bases de apoio, assim como na alvenaria autoportante.

Suas paredes são construídas com blocos estruturais que conseguem dar conta da segurança do prédio, dispensando o uso de vigas e colunas, por exemplo.

O sistema de alvenaria utilizado nesse tipo de imóvel, conhecido como estrutural, é um recurso que foca no fortalecimento das paredes. Como não existem vigas e pilares de sustentação nesse caso, a etapa de concretagem é simplesmente substituída. 

Mesmo assim, o método da alvenaria autoportante ainda é pouco difundido. Isso acontece porque esse tipo de construção exige cálculos com extrema precisão e uma mão de obra certeira e experiente. 

É claro que, para garantir a segurança da construção, o projeto e a sua execução devem ser realizados por profissionais especializados nessas estruturas.

Características da alvenaria autoportante

As paredes, erguidas com blocos estruturais, são as grandes responsáveis por apoiar toda a edificação: já que elas cumprem todo o trabalho, as colunas e vigas não são primordiais.

Esses imóveis utilizam o sistema de alvenaria estrutural. Os autoportantes contam com paredes que exercem a função de apoio às diferentes cargas, como o próprio peso do apartamento, a cobertura, a laje e os elementos internos do imóvel, além dos móveis.

Esse sistema de construção se caracteriza pelo fortalecimento das paredes. A ausência de pilares e vigas na sustentação da edificação leva à substituição do procedimento mais tradicional de concretagem, bem mais caro. Essa mudança é benéfica, também, pois concretar é um processo complexo e demorado.

Qualquer erro pode causar danos sérios, como fissuras e trincas, prolongando ainda mais a entrega do imóvel. Para quem ainda está pagando o aluguel e quer se mudar logo para um apartamento próprio, os autoportantes são uma opção bem mais ágil e barata.

A alvenaria estrutural se utiliza de um processo construtivo no qual são utilizadas as paredes de determinada habitação para resistir às cargas, em substituição ao sistema tradicional. 

O desenvolvimento das edificações que adotam essa opção exige uma alta capacidade técnica do projetista e procedimentos diferentes daqueles empregados no cálculo de outros tipos de estruturas.

Por serem sistemas diferentes, o projetista e os construtores não dispensam as soluções adotadas na construção dos edifícios com concreto armado. 

Diferença entre alvenaria tradicional e autoportante

Na alvenaria tradicional são utilizadas as conhecidas vigas e colunas para sustentação. Sua durabilidade é excelente, e as opções de formas e divisões são mais diversas. 

Os pontos negativos incluem a necessidade de que a tubulação seja implantada depois da construção de parte da estrutura. Ou seja, parte das paredes têm que ser quebradas e remediadas, o que gera custos extras. Ainda, é mais passível de vícios construtivos, como desníveis e estruturas fora do esquadro. 

Já a alvenaria autoportante, é aquela independente, que se sustenta por si só a partir de blocos estruturais. Escadas de emergência e elevadores que possuem apoio autônomo também se encaixam na definição.

É primordial não confundir a alvenaria autoportante com a de vedação, que não possui resistência suficiente, sendo apenas para delimitar e isolar ambientes.

Vantagens da alvenaria autoportante

Recorrer a esse método é vantajoso porque ele serve para trazer várias vantagens construtivas. 

Redução de custos

A composição de uma estrutura baseada em pilares e vigas exige o uso de materiais considerados caros. Os aços especiais, por exemplo, comprometem boa parte do orçamento na fundação. Por outro lado, a alvenaria autoportante não depende de elementos do tipo.

Os componentes com preço menor e as transformações na etapa construtiva diminui desperdícios e gastos, sem prejudicar a qualidade. Assim, dá para economizar e obter um processo em conta.

Ganho de tempo

A parte estrutural de uma construção é uma das fases mais demoradas. A construção dos pilares, além de consumir boa parte dos recursos, também abocanha uma grande fatia do tempo. Como resultado, o prazo de conclusão é estendido.

Na versão autoportante, tudo acontece em menos tempo. Desde que todos os cálculos estejam adequados, é possível aumentar a eficiência construtiva. Isso evita atrasos e garante o cumprimento de um cronograma estrito.

Maior organização no canteiro de obras

Como não é preciso usar uma grande diversidade de materiais, o canteiro de obras fica mais organizado. O próprio processo demanda menos etapas, o que dá origem a uma arrumação adequada dentro das exigências.

Isso diminui os riscos de acidentes, bem como melhora o desempenho geral para a conquista de resultados. Assim, é possível ter uma construção que gera impactos reduzidos.

Grande versatilidade de aplicação

Outro ponto positivo da alvenaria autoportante é que ela é aplicável em vários cenários. Ela pode ser usada, por exemplo, em reformas. Como não demanda apoios ou pilares, funciona bem para modificar imóveis de uma forma conveniente. Também é ideal para construir imóveis de baixo custo, sem que percam a qualidade.

Mais uma vez, o ponto crítico é o projeto. Uma vez que ele seja feito corretamente, adotar a possibilidade entre várias propostas é viável. Como consequência, o modelo construtivo é uma alternativa viável em muitos casos.

Porque adquirir um imóvel construído com alvenaria autoportante

Com grande qualidade e diversas vantagens, serve como uma opção conveniente. Além de tudo, ela gera impactos positivos no mercado imobiliário.

Para quem decide adquirir a casa própria, recorrer a esse modelo permite ter as chaves em menos tempo. É o caso de quem faz uma aquisição na planta ou mesmo constrói em um terreno.

Já para quem investe, há possibilidades melhores. É viável renovar e expandir imóveis prontos, o que aumenta a valorização. Assim, o retorno sobre o que foi aplicado fica ainda maior.

Também é uma chance de pagar menos por um imóvel. Como a qualidade é mantida elevada, dá para gastar de forma reduzida ao realizar investimento no mercado imobiliário e obter uma performance melhor.

A alvenaria autoportante traz a oportunidade de aproveitar imóveis robustos, seguros e com muita qualidade. Ao mesmo tempo, geram menos custos e tornam as possibilidades especialmente atraentes. Recorrer a esse método, portanto, é uma alternativa adequada em várias situações.

Conclusão

Comprar um imóvel autoportante implica em alguns pontos cruciais. Você deve ter a certeza de que a obra vai durar menos tempo e tende a custar menos. No entanto, como as paredes apresentam uma função estrutural e de vedação, podem surgir alguns problemas na hora de fazer reformas ou mudanças na planta inicial.

Depois de ler todo o conteúdo, você pôde perceber que a alvenaria autoportante é uma escolha interessante para alguns tipos de obras, certo? Essa opção oferece benefícios fundamentais em tempos nos quais a sustentabilidade está em voga.

A AP Ponto utiliza alvenaria autoportante em todas as construções de seus condomínios.

Conheça nossos empreendimentos e escolha o ideal para você.