Publicado em 16/10/20

5 erros que te impedem de comprar um Apartamento e morar sozinho

Você está decidido a comprar um apartamento e morar sozinho. O sonho do imóvel próprio pode estar bem perto de ser realizado, e acredite: todo esforço e dedicação para torná-lo realidade será recompensado.

Porém, isso pode ser um grande desafio, pois muitos cometem erros que, sendo propositais ou não, acabam atrasando a realização deste sonho. Talvez você mesmo esteja cometendo um desses erros, e isso pode estar dificultando seus planos de finalmente conseguir comprar seu tão sonhado apartamento.

Veja no decorrer deste artigo quais são os 5 erros que te impedem de comprar um apartamento e morar sozinho. E em cada um deles, você também vai conferir algumas dicas de como evitar cair nessas armadilhas.

Gastos excessivos e descontrolados

Esse talvez seja um dos principais motivos que podem te impedir de comprar um apartamento e morar sozinho. Não só isso, mas como conseguir várias outras conquistas e objetivos.

Vivemos em um período de consumo excessivo. E com a internet disponibilizando milhões de produtos, tanto físicos como digitais, fica difícil resistir as tentações para sair comprando tudo o que aparece na sua frente.

Claro que você não precisa se privar de gastos com coisas que lhe dão prazer, ou querer economizar até no cafezinho que você toma todos os dias.

O problema está quando o simples ato de comprar ou gastar se torna um hábito. Isso fica ainda mais complicado quando se faz por impulso, ou para aliviar um stress que talvez dure alguns minutos.

No fim do mês, seu cartão de crédito já passou de todos os limites, as parcelas das compras vão se acumulando, a fatura fica cada vez maior e pronto: não sobra nada no fim do mês para você guardar.

Em primeiro lugar: evite cair em endividamentos desnecessários. Dê preferência para comprar tudo o que precisa a vista e parcele somente as compras que são realmente necessárias.

Depois, dentro de um planejamento financeiro, coloque um limite para se gastar com as coisas relacionadas a entretenimento e outros prazeres seus. Mas obedeça bem esse plano, e gaste apenas aquilo que estipulou para esse fim.

Achar que aluguel é mais barato e fácil

Esse talvez seja o erro mais comum que todos caem. Se você deseja realmente comprar um apartamento e morar sozinho, deve eliminar de vez essa ideia de que aluguel é barato e fácil.

Por mais que morar em um apartamento alugado tenha algumas vantagens, como flexibilidade para se mudar quando for preciso e escolher um local mais adequado com relação às necessidades de trabalho e mobilidade, pagar aluguel pesa demais no orçamento.

E outro fator importantíssimo é que, por mais que você tenha onde morar, o apartamento alugado não é seu. Ou seja, nenhuma reforma ou mudança na estrutura do imóvel poderá ser feita sem o consentimento do proprietário.

Caso o locador também não queira mais renovar o contrato de aluguel com você, será uma outra dor de cabeça. E nem sempre haverá outros apartamentos disponíveis na região ou com um preço mais adequado para seu bolso.

E se caso você perder o emprego ou a fonte de sua renda não ser mais suficiente para cobrir os gastos com o aluguel? Se isso acontecer, como conseguirá sequer planejar a compra de um apartamento para morar sozinho?

Não ter um planejamento financeiro

No livro “O Milionário Mora ao Lado”, os autores levantaram algumas coisas em comum entre as famílias americanas que tinham um patrimônio líquido de mais de US$ 1 mi. Dentre as principais características, duas são bem interessantes:

 

  • Todos os milionários tinham seu imóvel residencial próprio e quitado
  • Todos tinham planos financeiros bem elaborados

 

Você não precisa ser milionário para ter um apartamento próprio. Mas com certeza, não pode deixar de ter um plano financeiro adequado, se quiser realmente comprar um.

As pessoas falham em conseguir seu imóvel próprio porque não colocam esse objetivo no papel, descrevendo as metas e etapas que precisam concluir para conquistar o tão sonhado apartamento.

Na verdade, essa falta de planejamento também faz com que você acabe cometendo outros erros descritos aqui, como gastar excessivamente com coisas desnecessárias e fazer investimentos ruins.

Se você realmente deseja comprar um apartamento e morar sozinho, deve tornar isso um objetivo claro e bem definido, não apenas uma ideia ou sonho. Escreva num papel e reflita quais são os passos ou desafios que precisam ser atingidos durante o processo.

Caso contrário, você só estará com a ideia na cabeça e nunca sairá dela.

Fazer investimentos desastrosos

Aqui vale um alerta: investir bem seu dinheiro é um passo importante para que você conquiste seu apartamento próprio. Mas se o investimento for uma furada, então nunca conseguirá isso.

A cada dia que passa, surgem milhares de “oportunidades” de investimentos milagrosas e irreais, que prometem retornos exorbitantes, como 1 ou 2% ao mês. Nem mesmo a poupança rende esses juros irreais nos dias de hoje.

Porém, muitos caem na besteira de se levar por essas propagandas e promessas enganosas. Alguns chegam a aplicar o valor de um apartamento novinho que poderiam comprar imediatamente, na esperança de conseguir multiplicar seu capital em um curto período de tempo.

O resultado? Perdem todo o dinheiro investido, sem chance de recuperação.

Ou então, você faz aplicações ruins, como sempre deixar o dinheiro na poupança, ou investir em fundos de investimentos que pagam uma rentabilidade muito pequena que, após serem descontadas as taxas, impostos e outros, não são suficientes para conseguir comprar seu apartamento próprio.

Invista seu dinheiro com consciência, e saiba se informar com especialistas e autoridades do assunto. Não caia na besteira de aplicar seu dinheiro em indicações que qualquer pessoa dá.

Você pode conseguir comprar seu apartamento por investir em diversas modalidades, quer seja renda fixa, renda variável, poupança, etc. Mas saiba que tudo isso dependerá do seu planejamento, do quanto você domina ou conhece sobre o investimento e também da sua disciplina e paciência.

Talvez, a compra de seu apartamento seja o próprio investimento ao qual você pode se dedicar. Mesmo que futuramente você decida se mudar ou comprar outro, terá um imóvel a sua disposição para vender ou, quem sabe, alugar para outras pessoas.

Depender somente de uma fonte de renda

A economia nunca é estável, e haverá muitas crises e outros problemas que podem surgir com o tempo. E em alguns casos, isso pode significar que seu emprego não é mais seguro ou estável.

Mesmo se você for funcionário público, ou tenha um cargo ou trabalho que “aparenta” ter estabilidade e segurança, nem sempre se pode contar apenas com o salário para conseguir comprar um apartamento e morar sozinho.

Você faz seus planos, cria um orçamento mensal para poupar seu salário com objetivo de comprar seu apartamento e, de repente, recebe a notícia que a empresa irá demitir parte de seus funcionário. E você acaba entrando nessa lista de “corte de gastos”.

Esteja sempre preparado! Não ache que seu trabalho estará lá para sempre, e tenha um plano B nesses casos.

E mesmo que esse risco seja mínimo, aprenda a criar outras fontes de renda que possam ajudar no seu orçamento. Qualquer valor a mais que entre na sua conta, além do seu salário, pode significar o sonho de ter seu apartamento cada vez mais próximo.

Com certeza, se você evitar cair nessas cinco armadilhas, as chances de conseguir comprar seu apartamento e morar sozinha serão muito maiores. 

E caso já esteja fazendo sua lição de casa, então temos oportunidades únicas para conseguir o imóvel do seu sonho.

Preencha o formulário abaixo e conheça as opções que nós da AP Ponto temos para te ajudar a conquistar seu apartamento próprio.


Já pegou as nossas dicas para descomplicar seu imóvel?

Ainda não?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro do que rola na AP Ponto
Acompanhe nossas
Redes Sociais